O estado do Rio de Janeiro possui os mais belos destinos e atrativos turísticos, devido tamanha grandeza o dividiremos em Litoral Norte, Litoral Sul, Região Serrana e Capital.
Neste poste falaremos sobre a Região Serrana

1. Nova Friburgo

Cachoeira do Indiana Jones
Jardim do Nêgo

A cidade oferece uma gama de passeios e atividades que levam a cachoeiras, riachos, mirantes naturais e reservas ambientais. Também merecem atenção a gastronomia diversificada. 

Friburgo vem sendo desbravada pelos ecoturistas, que lá encontram trilhas para prática de trekking, mountain-bike e off-road; rios para curtir o rafting; e formações rochosas perfeitas para apreciar a paisagem – entre elas, a pedra do Cão Sentado e o pico da Caledônia. 

Em Nova Friburgo os passeios mais populares são Cachoeira do Indiana Jones, Chocolataria Suíça, Jardim do Nêgo, que é um ateliê do artista plástico que funciona ao ar livre dando formas aos barrancos que circundam o sítio instalado na estrada Teresópolis-Friburgo. 

2. Petrópolis

Casa de Santos Dumont
Interior da Casa de Santos Dumont

Petrópolis é um destino cheio de história, uma cidade segura e uma excelente escapada para dias de sossego, com muito verde em volta, a menos de 70 quilômetros da capital.

As principais atrações de Petrópolis ficam quase todas no centro histórico: o Museu Imperial, a Casa de Santos Dumont, o Palácio de Cristal, a Cervejaria Bohemia. Passeando a pé entre uma atração e outra você vai acabar encontrando outros lugares que valem a visita, como o Palácio Rio Negro, residência de verão de muitos presidentes da República, a Praça da Liberdade e a Catedral de São Pedro de Alcântara, onde estão os restos mortais de Dom Pedro II, da imperatriz Teresa Cristina, da Princesa Isabel e do Conde d’Eu.

A 65 km pela BR 040 (90 minutos de viagem), este parque oferece trilhas e mirantes — o mais famoso, o Mirante Dedo de Deus, que em dias claros permite ver até a Baía de Guanabara.

4. Teresópolis 

Parque Nacional da Serra dos Órgaos
Travessia Petrópolis-Teresópolis
Gatto Macchiato Cat Café

Teresópolis segue um ritmo sossegado, com charmosas pousadinhas e um certo clima de roça. É quando as temperaturas caem que as pousadas lotam e os restaurantes ficam repletos de casais – o russo Dona Irene, detentor de duas estrelas no Guia Quatro Rodas, é parada obrigatória.

Para os aventureiros, a principal atração é o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, que abriga o Pico Dedo de Deus – a cidade tem a melhor estrutura para quem visita o parque e não quer gastar muito com camping, hostels e guias. A travessia Petrópolis-Teresópolis é um dos trekkings mais cênicos do país, leva três dias, com dois pernoites nas montanhas. Quem for com crianças pode aproveitar para conhecer o Parc Magique, primeiro parque de diversões coberto em Teresópolis, no Hotel Le Canton, o qual oferece muita diversão. 

O café da manhã no Gatto Macchiato Cat Café, é muito mais que a primeira refeição do dia, já que, além de se deliciar com os aperitivos, os clientes também podem brincar com os fofos gatinhos do estabelecimento – os mascotes La Chica, Joy e Carlos – e até adotar um dos outros gatos que encantam o lugar, uma verdadeira atração da cafeteria. 

O Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis possui uma grande cadeia de montanhas , que oferecem nascentes e remanescentes florestais, o que torna a fauna e flora repleta de espécies de animais e plantas. Por lá, também se pode fazer trilhas, acampar ou apenas admirar a belíssima vista panorâmica.

5. Resende

Visconde de Mauá
Cachoeira da Fumaça

Resende está às margens da Rodovia Presidente Dutra (BR-116), que liga o Rio de Janeiro a São Paulo, e é uma das mais belas cidades turísticas da Região das Agulhas Negras, no sul do Estado do Rio. O parque industrial instalado abriga um centro de convenções local e eventos realizados na Região das Agulhas Negras, como o Festival de Inverno. 

Visconde de Mauá, no município de Resende, é uma região de belezas naturais e rios cristalinos. Resende é composta por paisagem alpina, cachoeiras, locais esplêndidos para a prática de esportes como o voo livre, canoagem, trilhas e mountain-bike. 

Como perspectivas de lazer e diversão, podemos citar: o Centro Histórico anexo à Igreja Matriz; atividades rurais no Parque de Exposição; O Parque Municipal da Cachoeira da Fumaça conta grandes extensões de matas preservadas, nascentes e riachos.

6. Penedo

A região serrana privilegiada, o clima ameno, a generosa fauna e flora, e as várias belezas naturais ao seu redor, fazem de Penedo um oásis em meio ao crescimento da região. Penedo é a maior colônia finlandesa fora do sul do Brasil, mantendo até hoje os costumes e a cultura de seus fundadores, principalmente na parte gastronômica.

As principais atrações do vilarejo, além de toda a parte gastronômica dos restaurantes e das fábricas de chocolate, são a casa do Papai Noel, o Museu Finlandês Dona Eva, que reúne mais de mil objetos trazidos pelos imigrantes no início do século 20, as lojas de artesanato e as cachoeiras da vila. Diversas quedas d´água escondem-se nos arredores da cidade. Na região chamada Alto Penedo ficam as mais conhecidas, como Três Cachoeiras e Poção do Rio das Pedras, indicada para que viaja com os pequenos.

Para os mais aventureiros e amantes da natureza, o ideal é ir conhecer a Cachoeira de Deus e explorar os arredores de Penedo. A maior e mais bonita cachoeira da vila tem uma queda de 15 metros de altura, e um delicioso poço propício para nadar.

7. Itatiaia

Itatiaia é um dos melhores destinos para os ecoturistas. É lá que fica a porta de entrada para o mais antigo Parque Nacional do país com cachoeiras cristalinas, mata nativa fechada, animais exóticos de todas as espécies, rica flora, trilhas íngremes e escaladas emocionantes. 

As cachoeiras existentes no Parque Nacional Itatiaia são verdadeiros achados da natureza, como cachoeira Itaporani, onde a trilha que leva até ela cachoeira é de 15 minutos de caminhada, com piscinas naturais profundas de tom esverdeado, que são formadas pelas três pequenas quedas d´água que ali desembocam. Também, a cachoeira Lago Azul ideal para mergulhos nas águas azuis de quedas de três metros, e mais estruturada, rodeada de churrasqueiras e quiosques.  

8. Maromba

Antigo reduto hippie dos anos de 1970 a região localiza-se numa área de preservação ambiental na Serra da Mantiqueira a aproximadamente 1200 metros de altitude, fazem divisa com o Parque Nacional do Itatiaia. A região equilibra com perfeição, o clima relaxante trazido pela fartura de cachoeiras (visitadas inclusive no inverno) e vales, com ainda pousadas charmosíssimas e ótimos restaurantes. 

A atração no local é saltar da pedra que fica a sete metros de altura do poço. Também muito visitada, a Cachoeira do Escorrega, que é um tobogã natural esculpido pela natureza com 20 metros de extensão e o cartão postal da vila. No meio desse cenário natural estonteante, as três principais vilas da região, também oferecem muitas opções de restaurantes, bares, campings, hostels e pousadas para todos os tipos e gostos, incluindo os mais refinados. 

onde comprar:

(nossa seleção de empresas de turismo especialistas nesse destino)

Pisa Trekking