1. Região do Centro 

Comece a visita a São Paulo pelo centro histórico. O roteiro pode ser percorrido todo a pé e você terá a oportunidade de ver onde nasceu a maior cidade do Brasil começando pelo Pateo do Collegio, local de fundação da cidade. A partir dali, é possível visitar o Museu da Cidade, o Solar da Marquesa de Santos, o Beco do Pinto, a Casa da Imagem, a Catedral da Sé, o Mosteiro de São Bento, o Theatro Municipal, o Edifício Martinelli e o Copan, o Mercado Municipal, a Bovespa e o Viaduto do Chá. É certamente um dos bairros que mais concentra atrações turísticas na cidade.

2. Museu do Futebol

No chamado “avesso” das arquibancadas do Estádio do Pacaembu, foi construído o Museu do Futebol. O espaço é voltado para mostra ao público como o futebol, um esporte inglês e de elite, ganhou novos traços e se tornou brasileiro, popular e mestiço, incorporando aspectos da cultura nacional.

3. Avenida Paulista

Por si só, a Avenida Paulista já é um grande ponto turístico e você poderá passar vários dias por lá sem repetir o programa. Nos quase 3 km da Avenida, é possível ver muitos museus – entre eles, o Museu de Arte de São Paulo (MASP), o Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso, o Itaú Cultural e a Casa das Rosas. 

4.  Galeria do Rock

A galeria na Avenida São João, batizada de Shopping Center Grandes Galerias, ficou conhecida do público como Galeria do Rock. O lugar recebe admiradores do estilo musical que até hoje é sua marca registrada. Além dos roqueiros, o local conta com visitantes dos mais variados estilos musicais em busca da variedade de produtos que é possível encontrar por lá. 

5. Jardim Botânico

O Jardim Botânico oferece, entre outras atrações, estufas, lagos, Jardim de Lineu, Jardim dos Sentidos, Túnel de Bambu, “Castelinho” e a Trilha da Nascente do Riacho do Ipiranga, com seus 360 metros de comprimento, em madeira suspensa sobre a vegetação com mirantes para observação, e a Trilha de terra batida, que podem ser percorrida por pessoas de qualquer idade. Sua avifauna e flora é muito rica e variada. Os animais mais comuns no local são a preguiça, bugios e roedores, entre outros.

6. Bairro Liberdade

Até o início do século passado era apenas um bairro como todos os outros que circundam a região do centro, mas com o decorrer dos anos tornou-se o reduto de colônias japonesas, chinesas e coreanas. A Liberdade é atualmente um dos principais pontos de visita daqueles que vêm à capital.

7. Museu da Imigração 

Localizado no tradicional bairro da Mooca, na zona Leste da cidade, o Museu da Imigração do Estado de São Paulo é o ponto de encontro de diversas comunidades de imigrantes e é o principal responsável pela preservação da memória das pessoas que chegaram ao Brasil em meados do século XIX e XX, e que com seu trabalho ajudaram a construir e a transformar a capital paulista e o país.

8. Parque Ibirapuera

Parque Ibirapuera não só é o mais frequentado e conhecido parque de São Paulo, como também uma das mais importantes áreas de cultura e lazer da cidade. Idealizado por ícones, como Oscar Niemeyer, nos moldes de grandes parques mundiais (o Central Park, por exemplo), o Ibirapuera atrai todo o tipo de público. O parque conta com lanchonetes, áreas de estar, parque infantil, uma fonte multimídia e atividades o dia inteiro e todos os dias. Sempre há o que fazer por lá e seu horário estendido foi feito especialmente para os que levam uma vida agitada em meio à metrópole, mas não abrem mão de seus momentos de lazer e descontração.

9. Rua 25 de Março

Maior centro de comércio da América Latina e um dos principais pontos turísticos da capital, na 25 de Março é possível encontrar quase tudo. Hoje, frequentada por todas as classes sociais, a rua oferece – além do atrativo preço – uma variedade gigantesca de produtos. Seja no atacado ou no varejo, de jogos de videogame e artigos esportivos a objetos de papelaria, bolsas e bijuterias. É muito fácil sair com sacolas e mais sacolas de produtos.

10. Beco do Batman

Entre as vielas do bairro da Vila Madalena fica localizada uma galeria de grafite a céu aberto, conhecida como Beco do Batman.  Começou com estudantes de artes plásticas, que começaram a fazer desenhos de influência cubista e psicodélica nas paredes do Beco, formando a galeria de paredes totalmente cobertas. Os desenhos são renovados constantemente por grafiteiros e a comunidade ajuda a conservar as paredes que são disputadíssimas pelos artistas. A cada visita, uma nova pintura é encontrada no local, o que faz que o visitante retorne mais de uma vez para apreciar as obras.

11. Autódromo de Interlagos

O Autódromo José Carlos Pace – mais conhecido como Autódromo de Interlagos – está no imaginário de muita gente, especialmente aqueles que gostam de automobilismo. Nesta pista já passaram pilotos das principais categorias mundiais, além de provas de esportes a motor, corridas de pedestre, shows e outros eventos.

12. Sambódromo do Anhembi

O sambódromo foi projetado por Oscar Niemeyer e recebe, desde 1991, as principais escolas de samba da cidade. É um local de entretenimento com uma das mais importantes festas da cultura paulistana: o Carnaval. Com 100 000 m² de área, é composto por dez setores de arquibancadas, pista, camarotes, camarins e duas arenas de shows. É palco também de eventos esportivos e feira de carros antigos. Desde 2010, recebe a Fórmula Indy.

Fonte: Cidadedesãopaulo.com

onde comprar:

(nossa seleção de empresas de turismo especialistas nesse destino)

Pisa Trekking
Urben Turismo
Pure Brasil
IndyTur
FreeWay Turismo
Terra Nativa