Nova Orleans é a capital da Luisiana, uma América um tanto diferente. Dela, floresceu uma cultura que mistura um pouco da França, do caribe e tem fortes influências negras, o que recepciona uma cozinha espirituosa e familiar e uma musicalidade pouco vista em outros lugares do mundo, com muito jazz, por todos os cantos de uma das cidades mais vivas e coloridas dos Estados Unidos.

Está localizada no sul dos Estados Unidos, o que torna a cidade bem quente no verão, e raramente tem tempos gélidos. O turismo em Nova Orleans é muito amplo, e possui várias atividades e pontos turísticos distintos que em conjunto, mostram toda a miscigenação de culturas, povos e pontos históricos.

Quando falamos em Nova Orleans, o ponto turístico mais procurado é o French Quarter, que é um bairro francês, sendo o mais histórico e frequentado da cidade, e próximo a ele, o French Market, um mercado de artesanato, comida e variadas opções culturais de Louisiana. Outras ruas badaladas e famosas são a Bourbon Street e Frenchmen Street, lá se encontram ótimos bares, restaurantes e muita música, onde a vida noturna acontece.

A capital da Louisiana é muito conhecida pelas festividades, e logo a princípio, o famoso Mardi Grass, para os brasileiros, o tal carnaval. Ao longo dele, mais de 50 grupos realizam seus desfiles ao longo da cidade. Os bares não fecham e ficam lotados, e neles são exibidos figurinos. As ruas ficam cheias de gente farreando, em suas fantasias e maquiagens. Se tornou popular por suas máscaras de gesso, seus colares de continhas e seus grupos que compõem pequenas bandas por todo o mês carnavalesco, atingindo seu auge na ‘terça-feira gorda’, que encerra o Carnaval, um dia antes da Quarta-Feira de Cinzas, quando se inicia a Quaresma.

São famosos os museus em Nova Orleans, e são incluídos no Corredor dos Museus. Lá se encontram o Museu da Guerra Civil da Louisiana, o Museu Ogden de Arte do Sul, o Centro de Artes Contemporâneas e o Museu Nacional da Segunda Guerra Mundial. Também muito famoso a parte, o Food and Beverage Museum, um museu de comida, pratos típicos e suas histórias.

Um passeio diferenciado nos roteiros dessa capital, que se pode fazer de bate e volta, é visitar antigas fazendas, que foram transformadas em áreas de lazer e atrações turísticas.

Os grandes casarões foram restaurados e são verdadeiros museus da época dos escravos, com tours guiados. Outro passeio que dá pra se fazer nos arredores é para os pântanos.

Não se pode conhecer Nova Orleans sem antes aproveitar uma ótima noite regada a jazz. Uma das casas mais clássicas é a Irvin Mayfield’s Jazz Playhouse, que proporciona uma música de qualidade e um lugar super confortável.

onde comprar:

(nossa seleção de empresas de turismo especialistas nesse destino)