Warning: file_put_contents(): Only 4096 of 6019 bytes written, possibly out of free disk space in /var/www/html/wp-content/plugins/elementor/core/files/base.php on line 180

1. Chapada dos Guimarães 

Palco de uma paisagem fantástica e muito misticismo, Chapada dos Guimarães (65 km de Cuiabá) merece destaque pela exuberância de suas cachoeiras, cavernas e grutas. Só de paredões são 157 km, como os da Cidade de Pedra, um local com desníveis de até 350 metros e formações rochosas esculpidas pelo vento e pela chuva, que lembram ruínas de uma cidade. Do alto se vê uma bela paisagem habitada por aves como a arara vermelha e, em baixo, o vale onde nascem o rio Mutuca e o rio Claro.

Dentro do Parque Nacional, um destaque é o Circuito das Cachoeiras. São sete cachoeiras que podem ser contempladas nesta trilha, como a Cachoeira das Andorinhas. O principal cartão-postal é o Véu de Noiva, uma cascata que cai de uma altura de 86 metros, enquadrados por paredões.

Véu de Noiva
Trekking Morro de São Jerônimo
Trilha Morro de São Jerônimo

2. Cuiabá   

Capital do estado de Mato Grosso, fundada em 08 de abril de 1719, e localizada no coração da América do Sul, Cuiabá é a porta de entrada para as regiões mato-grossenses, oferece excelente infra-estrutura aeroportuária, boa rede hoteleira, ótimos restaurantes e centros comerciais.

Artesanato em barro e artigos indígenas, a cultura e a culinária do estado encontram-se aqui, sem contar que a noite cuiabana oferece ótimas opções de entretenimento.

O antigo “mercado do peixe” transformou-se em “Museu do Rio” e conta a história da capital através da importância do Rio Cuiabá, juntamente com outros pontos como o Aquário Municipal (com peixes típicos do estado), o Arsenal de Guerra e a Casa do Artesão justificam uma visita mais detalhada a esta capital de contrastes e que não para de crescer.

Capital Cuiabá
Aquário Municipal
Parque Indígena do Xingú

3. Pantanal 

Maior área alagável do planeta, não há palavra que melhor exemplifique o Pantanal do que diversidade. São cerca de 650 espécies de aves, entre elas a espetacular arara azul, o tuiuiú (símbolo do Pantanal), e a garça-branca; mais de 260 espécies de peixes, 1.100 de borboletas e 80 de mamíferos, sendo a onça-pintada o maior deles (pode atingir 1,2 metro de comprimento, 85 centímetros de altura e pesar até 150 kg).

 As opções de passeio são variadas, como o safári fotográfico, passeios de barco, a cavalo, bicicleta e tratrem (um trator que puxa uma carreta em formato de um trenzinho), pesca, observação de pássaros, borboletas e animais, entre muitas outras.

No município de Cáceres, os amantes da pesca podem alugar um barco e descer o rio Paraguai, passando dias e noites pescando ou apenas apreciando a paisagem. Para quem gosta de competição, a cidade promove anualmente o festival Internacional de Pesca Esportiva de Cáceres (Fipe).

Safari Fotográfico Transpantaneira
Onça em Araras Eco Lodge
Cavalgada Pantanal
Festival de Pesca de Cáceres

4. Nobres   

Em Nobres (150 km de Cuiabá) os visitantes podem nadar ao lado de piaus, pacus, piraputangas, dourados e outras dezenas de espécies de peixes, além das arraias. Tão exuberante quanto a vista terrestre, a paisagem embaixo da água dá a sensação de se estar dentro de um aquário natural desenhado à mão. Além de flutuações em diversos rios e lagoas, a bela cachoeira da Serra Azul é um cenário à parte com sua queda d`água de cerca de 45 metros formando uma lindíssima lagoa de tom azulado. Tirolesas de 150 a 600 metros e descidas com bóias por rios que percorrem o interior de túneis e cavernas também fazem parte do roteiro. E para finalizar o dia, o belo pôr do sol na Lagoa das Araras, onde milhares desses e outros pássaros pousam ao entardecer para pernoitarem.

Lagoa das Araras - Nobres
Nobres - Mato Grosso
Tirolesa, Bom Jardim - Mato Grosso

5. Jaciara  

A cidade de Jaciara (140 km de Cuiabá) é conhecida como a capital mato-grossense dos esportes radicais. O rio Tenente Amaral oferece opções que vão desde o rafting e canoagem, para os menos aventureiros, ao cachoeirismo ou rapel e o highline, para aqueles que gostam de um pouco mais de emoção. O percurso do rio é bastante complexo com algumas quedas d`água que chegam a três metros para a descida nos botes infláveis.

Prática de Highline em Jaciara
Rafting em Jaciara

6. Rota do Cavalo Marinho – Barra Grande 

Os turistas são conduzidos por uma canoa, por cerca de 30 minutos, pelo canal, mais conhecido por Barra ou Baía do Macapá, em direção à Ilha das Garças. Durante o percurso pode-se observar a belíssima fauna e flora, até chegar ao Igarapé dos Cavalos, onde você avistar o famoso hippocamppus, conhecido como Cavalo Marinho. Após ter conhecido essa espécie que está ameaçada de extinção, você seguirá para o local, chamado de La Boca, onde irá desfrutar de um incrível banho de águas mornas e piscinas naturais de água salgada. 

Rota do Cavalo Marinho
Rota do Cavalo Marinho

Fonte: http://www.tyrannusmelancholicus.com.br/outras-palavras/6928/muito-a-experimentar-por-aqui

Fonte: http://www.kanzenturismo.com.br/cidades.asp?tipo=roteiros&codcid=8&codreg=3 

Fonte: https://www.pescamadora.com.br/2016/01/mato-grosso-oferece-opcoes-diversas-de-turismo-em-todas-as-regioes/

 

 

onde comprar:

(nossa seleção de empresas de turismo especialistas nesse destino)

CiaEco
Conexão Turismo - MT
Interativa - Pantanal
Pisa Trekking

Warning: file_put_contents(): Only 4096 of 7140 bytes written, possibly out of free disk space in /var/www/html/wp-content/plugins/essential-addons-for-elementor-lite/includes/Traits/Generator.php on line 285