“Ganas de perderse, ganas de explorar, ganas de Mendoza”

A Província de Mendoza é uma das 23 províncias da Argentina, localizada no centro oeste do país forma o oásis de produção frutífera e vinícola mais importante da Argentina. Fica a mais de mil quilômetros de Buenos Aires, faz fronteira com o Chile e fica a 400 km de Santiago de Chile. Mendoza está entre as 10 grandes capitais do vinho pelo Great Wine Capitals, foi o segundo destino mais popular da Argentina em 2017 e o 13º da Sudamérica pelo TripAdvisor, está entre os 20 destinos mais eleitos pela Trivago e foi eleito o melhor destino para tomar vinho pela Lonely Planet.
Fonte: Dicas da Argentina

Rota do Vinho e da Oliveira 

Localizada a 15 km da capital da Província de Mendoza, o município de Maipú cultiva, principalmente, uvas de alta gama, oliveiras, frutas e hortaliças. Está localizada na “Primeira Zona” da República Argentina por suas privilegiadas características agroclimáticas em relação à sua vitivinícola. Este Município foi a primeira zona vitícola da Argentina e graças aos seus habitantes e aos privilégios naturais de solo e clima manteve a tradição de seus descendentes, alcançando o reconhecimento internacional pela excelência de seus vinhos. Maipú oferece diversos lugares para visitar como vinícolas, vinhedos, campings, museus e atividades de agroturismo e de gastronomia, estas atividades podem ser aproveitados nos circuitos que formam a Rota do Vinho e da Oliveira, que faz parte da região Norte de Mendoza.
Fonte: Portal de Mendoza

Terra do Malbec 

O Município de Luján de Cuyo, localizado à 18 km da Capital da Província de Mendoza, é moderno, progressista e está em constante expansão, com suas curiosas paisagens e características culturais oferece ao turista um acolhimento agradável. No município se encontra o desenvolvimento da vitivinicultura típica local, do genuíno vinho ancestral à elaboração tecnológica mais avançada.

Além das vinícolas e adegas a Terra do Malbec conta com as montanhas da cordilheira, águas claras e termais, turismo de esportes e aquático, com o lago encravado El Carrizal e turismo cultural com o Museu Guiñazú Casa de Fader com as mais importantes obras do pintor franco-argentino Fernando Fader. Luján de Cuyo faz parte da região Centro-Norte de Mendoza.

Fonte: Portal Mendoza

Caminhos do Vinho

A Província de Mendoza dispõe de uma variedade de adegas e vinícolas com dezenas de excursões para visitá-las e desfrutar de seus vinhos e de sua gastronomia. Os caminhos do vinho são roteiros criados nas cidades de Mendoza para que seus turistas desfrutem do encanto das adegas mendocinas.

1. General Alvear

Esta cidade está localizado no sudeste da Província e a 320 km de distância da capital de Mendoza. Dispõe de vinícolas boutiques, familiares e de alta produção que convivem com lindos lugares, paisagens verdes e terrenos cuidados, sendo tudo isso essencial para o desenvolvimento da vitivinicultura. Seus solos contam com uma grande trajetória e um posicionamento de nível internacional o que categoriza seus vinhos.

Além de zonas rurais, vinhedos e prestigiadas vinícolas, a cidade possui uma rica história vinífera que é contada no Museu Regional do Vinho “Engenheiro Victor Cremaschi”.

General Alvear faz parte da região sul dos Caminhos do Vinho formando o oásis produtivo mais sulista da Província de Mendoza mesmo que sua localização seja no coração da mesma.

Fonte: Portal de Mendoza

2. San Rafael

É a segunda maior cidade de Mendoza e se encontra a 230 km da capital da Província. É uma região de vinícolas centenárias que são o orgulho da viticultura nacional. Em San Rafael há indústrias que produzem frutas desidratadas, em conserva, doces, licores e é também onde se encontram as principais adegas de vinho do país. Também é conhecida pelo cultivo de azeitonas e a elaboração de azeite de oliva que cresceram muito nos últimos anos na cidade. A cidade possui outros pontos turísticos como uma série de diques e represas entre montanhas e o atrativo circuito do Cañon del Atuel.

Em San Rafael encontram-se várias vinícola importantes entre elas estão a de Valentín Bianchi, que chegou a Argentina em 1910 e ao longo dos anos sua família foi se desenvolvendo na produção de vinhos e espumantes de qualidade, e a vinícola Bodega Suter, que foi fundada por um imigrante suíço por volta de 1900. San Rafael também faz parte da região Sul dos Caminhos do Vinho.

Fonte: Portal de Mendoza

3. Vale do Uco

É uma região que fica a 100 km ao sul da capital da Província de Mendoza, é composta pelos departamentos Tunuyán, Tupungato e San Carlos e tem cerca de 13.000 hectares de vinhedos ao pé da Cordilheira dos Andes. o Valle de Uco se transformou na região mais glamorosa da vitivinicultura de Mendoza com mais de 100 vinícolas, todas abertas ao turismo, e com produção de vinhos premium, que se destacam cor e aromas intensos. No Vale o turista pode percorrer quintas, fazendas, vinhedos e vinícolas familiares e artesanais, colhendo uvas, degustando vinhos e provando a gastronomia local, além de poder visitar algumas das mais modernas e luxuosas empresas construídas por reconhecidos empresários nacionais e estrangeiros, onde pode-se apreciar o processo de elaboração de excelentes vinhos, e claro, desfrutar e degustar deles, tudo isso com a paisagem da Cordilheira ao fundo. O Valle de Uco faz parte da região do Centro dos Caminhos do Vinho.
Fonte: Luciana de Campos Assis

onde comprar:

(nossa seleção de empresas de turismo especialistas nesse destino)

Terramundi
Pisa Trekking
CiaEco