uamtour@gmail.com

Pará: gastronomia na Estação das Docas

Centro de Pesquisa de Viagens e Turismo

A Estação das Docas, em Belém, não é apenas um ponto turístico, mas um local de convergência gastronômica da região, além de se apresentar como um complexo turístico e cultural.

Esse antigo porto de Belém transformou-se no que hoje se apresenta em 13 maio de 2000. É um espaço que reflete a cultura amazônica, dividido em três armazéns e um terminal de passageiros, acompanhando a orla fluvial da Baía do Guajará.

Com isso, encontram-se opções para todos os gostos, como restaurantes, bares, lanchonetes, sorveterias e bomboniers da Estação.

Nas mesas da área externa, pode-se ter uma vista privilegiada para o pôr do sol.

Amazon Beer (Bar e Restaurante)

Boulevard das Artes – Armazém 01

Cervejaria paraense 100% artesanal, inaugurada em 2000. Já apresenta premiações nacionais com seus sabores inovadores, mas com a formulação seguindo rigorosamente a Lei da Bavária, de 1516. 

Conta com petiscos e pratos diversos para acompanhar as cervejas e chopps, como unha de caranguejo, bolinho de pato, filhote na crosta de castanha, além de programações especiais no happy hour, feijoada aos sábados e cozidão de domingo.

Horário de funcionamento: segunda a quinta-feira, a partir das 17:00h; sexta-feira a partir das 16:00h; sábado e domingo a partir das 11:00h.

Amazon Beer. Foto: Flickr

Lá em Casa (Bar e Restaurante)

Armázem 2

Esse restaurante tem uma importância a mais na cultura paraense.

Paulo Martins foi um pioneiro na criação de pratos mais sofisticados da culinária paraense, sendo reconhecido nacionalmente como o Embaixador da Cozinha Paraense, recebendo todo o conhecimento de sua mãe, Anna Maria Martins. Hoje, seu legado está sob os cuidados de Daniela Martins, filha de Paulo.

Aqui se pode conhecer o Pará em colheradas, mediante uma gastronomia de refinada e de alta qualidade. Pato no tucupi, maniçoba, caranguejo, peixes, tacacá, os docinhos e as frutas regionais ganham ainda mais cuidados no preparo.

 

Estação das Docas. Foto: Flickr

Tio Armênio (Bar e Restaurante)

Boulevard das artes – Armazém 02

Restaurante presente em vários Estados do Brasil, como Brasília, Ceará, Pernambuco e Pará. Apesar de suas raízes lusitanas, apresenta grande variedade de pratos, misturando-se com a gastronomia local.

Capone Ristorante (Bar e Restaurante)

Boulevard das artes – Armazém 02

Beliscos, risotos, frutos do mar, pizzas, aves, carnes, sobremesas, com buffet de almoço e opções à la carte a todo momento, com opções regionais ou não, esse é o Capone Ristorante.

Envolvendo as culinárias paraense e italiana, a diversidade é o que esse local representa, para todos os gostos e preferências, certamente uma opção mais segura para quem não quer se aventurar nas delícias locais.

Sorveteria Cairu (Sorvetes)

Boulevard das artes – Armazém 01

Tudo começou com seu Armando e dona Ruth Laiun e uma pequena quitanda, chamada Cairu, há 50 anos. Hoje essa marca é uma das mais bem sucedidas do Pará, produzindo sorvetes com sabores que envolvem a cultura paraense.

Atualmente, são 15 lojas distribuídas em Belém, Mosqueiro e Salinas, inaugurando, ainda, lojas em outros Estados do Brasil, como Rio de Janeiro, em 2015.

Sorveteria Cairu. Foto: Flickr
Sorvete Cairu

Não perca a oportunidade de assistir a esse pôr do sol da Baía do Guajará tomando um chopp gelado ou um sorvete saboroso.

Pôr do Sol nas Docas. Foto: Flickr

Isso e muito mais se pode encontrar na Estação das Docas.

Horário de funcionamento da Estação das Docas:

Armazéns: segunda e terça-feira, de 10h-0h; quarta-feira, de 10h-01h; quinta à sábado, de 10h-02h; domingo, de -9h-22h

Mais informações: http://www.estacaodasdocas.com.br/institucional/sobre/

Docas. Foto: Flickr

Um comentário

  1. […] Rebeca C. Rocha 6 de maio de 2019 […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *