uamtour@gmail.com

São Paulo: roteiro de arte pela capital

Centro de Pesquisa de Viagens e Turismo

1. Cinemateca

A Cinemateca Brasileira é responsável pela preservação da produção audiovisual do Brasil, desenvolvendo atividades para difundir e restaurar o acervo, que é um dos maiores da América Latina. Além de mais de 200 mil rolos de filmes, entre longas, curtas e cinejornais, possui também, livros, revistas, roteiros originais, fotografias e cartazes que traduzem a história do cinema.

2. Theatro Municipal de São Paulo

A casa teatral destaca-se pela sua majestosa construção interna e externa que mantém o estilo renascentista barroco, inspirado na Ópera de Paris, mesmo depois de várias reformas. O público pode conferir, além das exposições, o Setor de Documentação e Consulta, que guarda programas de espetáculos, fotos, gravações, documentos e hemeroteca. Há também um Serviço Educativo, que promove visitas guiadas ao museu e ao teatro e o programa Desenho no Theatro.

3. Beco do Batman

Entre as vielas do bairro da Vila Madalena fica localizada uma galeria de grafite a céu aberto, conhecida como Beco do Batman.  Começou com estudantes de artes plásticas, que começaram a fazer desenhos de influência cubista e psicodélica nas paredes do Beco, formando a galeria de paredes totalmente cobertas. Os desenhos são renovados constantemente por grafiteiros e a comunidade ajuda a conservar as paredes que são disputadíssimas pelos artistas. A cada visita, uma nova pintura é encontrada no local, o que faz que o visitante retorne mais de uma vez para apreciar as obras.

4.  Pinacoteca

Inaugurada 1905, a Pinacoteca do Estado de São Paulo é o museu de arte mais antigo da cidade e do estado. O acervo inicial de 26 pinturas conta hoje com cerca de nove mil obras, contemplando artistas como Anita Malfatti, Bourdelle e Rodin. O primeiro andar do prédio é reservado para as exposições temporárias. Já no segundo piso, ficam as obras do acervo permanente do museu.

5. Instituto Tomie Ohtake

Inaugurado em novembro de 2001, o Instituto conta com oito salas de exposição, quatro ateliês, uma sala de seminários e uma de documentação. Os ambientes são integrados por um grande hall com restaurante, livraria, loja de design e um café. A área de aproximadamente 7.500 m² é destinada à realização de exposições de arquitetura, artes plásticas e design.

6. Museu de Arte contemporânea

Projetado por Oscar Niemeyer, o antigo prédio do Detran agora abriga o MAC – Museu de Arte Contemporânea da USP e fica localizado dentro do Parque do Ibirapura, um dos maiores da capital paulistana. O local abriga diferentes eventos e exposições na cidade de São Paulo, sendo um dos principais pólos artísticos da cidade.

7. Centro Cultural do Banco do Brasil

recebe visitantes interessados em participar de projetos ligados a arte. Dividido em seis espaços (subsolo, térreo, mezanino e três andares), o imóvel abriga diversas atividades culturais. Entre as atrações estão as exposições de artes plásticas e fotografia, apresentações de teatro, dança e música, além de palestras e exibição de filmes. Dois projetos são destaques do centro: o Programa Educativo e o Conhecendo o CCBB. O primeiro promove visitas monitoradas, seguidas por oficinas sobre as obras que estão em exposição e o segundo realiza uma visita guiada ao prédio, que discute e apresenta detalhes sobre a arquitetura do local.

8. Museu de Arte de São Paulo (MASP)

Fundado por Assis Chateaubriand, o mais importante museu de São Paulo fica na Avenida Paulista. O bloco de concreto revestido de vidro, suspenso por quatro pilares vermelhos onde está instalado é um dos principais marcos da cidade. Lá você encontrará Picasso, Gainsborough, Hieronymus Bosh e Goya, além de importantes representantes da arte brasileira, como Cândido Portinari e Anita Malfatti. Trata-se de uma das melhores coleções sul-americanas de arte europeia e brasileira – ainda que apenas cerca de 500 das 7 mil obras do acervo sejam expostas por vez.

9. Museu da Imagem e do Som

Cinema, fotografia, vídeo, som, televisão, artes gráficas e novas mídias. Todos estes meios são encontrados no acervo do Museu da Imagem e do Som de São Paulo – instalado em um prédio da década de 1970 e que tem 5 mil metros quadrados. O piso térreo reúne um conjunto com mais de 300 mil títulos, além de espaço dedicado à nova midioteca, composto por computadores, televisores, aparelhos de videocassete, DVD, publicações literárias, fitas cassete, fotografias, filmes, entre outros.

10. Itaú Cultural

Instalado em um prédio espelhado da Avenida Paulista e dirigido por um dos maiores bancos do país, este é um espaço dedicado à arte brasileira nas suas mais diversas expressões. Mostras, filmes, shows, peças, cursos e oficinas compõem sua vasta programação sempre com entrada grátis. O instituto mantém também uma midiateca voltada para a pesquisa e a divulgação da arte e da cultura brasileira. Seu acervo tem mais de 30 mil documentos – disponível para pesquisa ou empréstimo –, composto de livros, catálogos, teses acadêmicas, jornais, revistas, vídeos, DVDs, CDs e CD-ROMs.

Fonte: Guia da Semana

onde comprar:

(nossa seleção de empresas de turismo especialistas nesse destino)

Urben Turismo
IndyTur
Viare

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *