uamtour@gmail.com

Tocantins: lugares que você deve visitar

Centro de Pesquisa de Viagens e Turismo

Arquipélago do Tropeço

Sabia que o estado de Tocantins é o terceiro maior arquipélago fluvial do mundo? Com 366 ilhas que se encontram espalhadas pelas margens do rio Tocantins. O arquipélago surpreende os visitantes por apresentar águas cristalinas, com coloração que atinge o tom de verde e azul até chegar uma coloração prateada. Dependendo da exposição da luz incendida pelo sol, que chegam a lagoa, canais e rios. Os turistas podem usufruir de praias fluviais, atividades de aventura, acampamento e pesca esportivas.   

Aurora

Carrega consigo 280 cavernas e grutas catalogadas, dunas, cachoeiras e montanhas, além do menor rio do mundo, chamado de rio azuis. É considerado o mais hipnotizante, por possuir águas com uma coloração azul intensa que chega ao turquesa, deixando a água cristalina e irresistível.

Fervedouro do encontro das águas

As piscinas do fervedouro do encontro são bem pequenas e sua capacidade é de 4 pessoas por vez. Por este motivo, para controlar o fluxo de visitação neste atrativo, é preciso realizar a prática no tempo de espera até que o grupo de 4 pessoas saia da água. Enquanto um grupo espera o outro sair, ele pode observar a dança de areia dentro do fervedouro, ou mesmo dar um mergulho no rio. O acesso ao fervedouro é bem fácil, o carro chega bem próximo a entrada do atrativo.    

Dunas do Jalapão

O intenso dourado toma conta das dunas do Jalapão no momento do pôr do sol. A areia ganha novas tonalidades e leva ainda mais beleza para o local.  Em contato com o cerrado, este fenômeno único cria fama ao Parque Estadual do Jalapão. Nos finais de tarde, o espetáculo é reforçado fazendo com que a beleza local seja inesgotável.

As dunas do Jalapão são visitas obrigatórias para quem viaja a região. O conjunto de dunas é formado a partir da erosão de rochas de arenito que forma a serra de EspÍrito Santo. O horário mais indicado para visitar as dunas é no final da tarde, quando o tom de areia fica intensificado no entardecer.

Cânion do Sussuapara

O cânion era pequeno, porém,  ele cresceu em meio ao verde do cerrado do interior de Tocantins, ficando escondido por trás da vegetação. Os paredões de pedra tem 12 metros de altura e formam uma cortina com a vegetação, e a água brota durante todo o período do ano, independente de épocas de seca. No fundo desse cânion, há uma pequena cascata de água que brota durante todo ano, a água que sai do atrativo é gelada e refrescante, dá até para fazer massagens ali.

Cachoeira do Rio Soninho Grande e Pequena

Com uma forte queda de água, tendo cerca de 30 metros de altura, o desafio que os turistas encontram é de entender por onde escorre a água da cachoeira do soninho grande. O grande volume de água que vem do Rio Soninho aparece em meio aos buracos e fenda esculpidas na paisagem. É bastante hipnotizante a dança da água nessa cachoeira. O local não é próprio para banho devido a força com que água desce na cachoeira, porém a vista é espetacular.

Capim dourado

Mesmo o cerrado proporcionando um espetacular cenário para o viajante, também é uma fonte para o capim dourado, uma das maiores riquezas do Jalapão. O capim nasce naturalmente em meio a vegetação de Tocantins, e é utilizado pela população local na produção de artesanato. Objeto de decoração, sua cor é dourado intenso, natural da planta que não recebe nenhum tipo de tratamento. Para comprar este produto recomenda-se levar dinheiro em espécie, pois raramente aceitam cartões. Os preços podem ir desde 10 até 200 reais, variando de acordo com o tamanho e tipo de trabalho empregado.  

onde comprar:

(nossa seleção de empresas de turismo especialistas nesse destino)

Korubo
CiaEco
Venturas
Pisa Trekking
FreeWay Turismo

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *